>
agora eu sinto, mas é como se enxergasse. o seu campo abstrato de beleza me defende do pior. existe qualquer beleza no seu absurdo e eu me sinto tão próximo a ele que não troco mais os meus sentidos por nada. eu tenho mais alguns quarenta anos pra te convencer, mas é como se eu precisasse fazer isso agora. você me afasta da morte e eu te convenço a parar de ter medo disso. você olha pra frente como se pudesse ver apenas o que realmente consegue ver, mas existem tantas visões dentro dos teus olhos que até eu mesmo me vejo quando olho pra você.
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>
>